O CEO da Disney, Bob Iger, esteve presente no programa de Jimmy Kimmel na noite de quinta, 3. Na entrevista, confirmou que Tom Holland é o responsável por salvar o acordo do Homem-Aranha entre Marvel e Sony.

O executivo também confirmou que Tom Holland começou a agir ainda na D23, no final de agosto. O intérprete do herói no MCU (sigla em inglês para Universo Cinematográfico da Marvel) conseguiu sensibilizar o executivo.

“Ele disse algo e estava claro que os fãs queriam que o Homem-Aranha ficasse. Era claro que ele se importa um monte. Ele é um ótimo Homem-Aranha. Eu senti por ele e dava para ver o que os fãs queriam”, afirmou Iger.


O ator pediu o telefone do CEO da Disney e fez “algumas ligações”. Tom Holland, ao que parece, serviu como uma espécie de mediador da negociação.

“Ele ligou para mim e para eles. Às vezes as empresas quando estão negociando esquecem que há outras pessoas envolvidas que se importam”, disse ainda Iger.

Em agosto, Sony e Marvel – que pertence a Disney – anunciaram que encerrariam a parceria sobre o Homem-Aranha. Assim, o herói sairia do MCU.

Na última semana, porém, os estúdios anunciaram que voltaram atrás. O herói estará em Homem-Aranha 3, com produção das duas empresas, e ainda pode aparecer em mais um filme da Marvel.

Homem-Aranha 3 chega em 16 de julho de 2021.