Desde que começou a ser exibido em festivais e, principalmente agora que está nos cinemas, Coringa tem sido um forte candidato do público para concorrer ao Oscar.

O público clama não só pelo filme, mas também para que o astro Joaquin Phoenix e o diretor Todd Phillips sejam indicados em suas respectivas categorias – Melhor Ator e Melhor Diretor.

No entanto, os eleitores do Oscar não são tão unânimes quanto a essa opinião. O The Hollywood Reporter procurou um grupo de eleitores para avaliar seus pensamentos sobre as chances de Coringa. As opiniões foram variadas e polarizadas.


Alguns membros de destaque da Academia, como Chris Rock e Michael Moore, consideraram o filme como uma obra-prima nas redes sociais. Uma eleitora descrita como uma “integrante feminina do ramo de membros em geral” teve uma opinião semelhante.

“Eu vi o filme ontem à noite no Landmark com outro membro da Academia, e meu estômago ainda estava revirando esta manhã. Isso me deixou desconfortável desde o primeiro quadro até o último, mas achei o filme extraordinário. É a performance mais marcante que já vi em muitos anos”, disse a mulher.

Já outro eleitor, de opinião contrária, revelou ao The Hollywood Reporter que não gostou nem um pouco do que viu:

“Esse estilo de desgraça se tornou tedioso. Somente [Michelle] Pfeiffer e [Danny] DeVito em Batman: O Retorno realmente equilibravam a escuridão e a luz. Este não tinha um ponto de vista sobre política ou classe, e sua representação de doença mental era irresponsável. Joaquin estava tão exagerado que se tornou irritante. As escolhas de músicas de Todd pareciam ofensivas e não irônicas.”

Coringa está em exibição nos cinemas brasileiros desde o dia 3 de outubro.