Reboot de O Grito tem conexão com o resto da franquia? Diretor responde

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Depois da divulgação do trailer do reboot de O Grito, nesta segunda-feira (28), os fãs da franquia estão se perguntando se o novo filme terá uma conexão com os filmes anteriores – o que inclui o remake americano de 2004.

Em uma entrevista ao IGN, o diretor Nicolas Pesce revelou que a nova versão de O Grito tem mais coisa em comum com o filme de 2004 do que as pessoas imaginam.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Na minha cabeça, os filmes americanos não estão divorciados dos japoneses, e isso não é divergente do grande canônico [da franquia]. Tudo é uma grande coisa, então para mim, não era apenas sobre fazer referências ao remake americano. Não fica muito claro no trailer, mas a maldição que foi trazida para a América está conectada com a do Japão, então não é como se os mundos estivessem totalmente separados. Só estamos te mostrando mais do impacto dessa história”, revelou o diretor.

O diretor também revelou que a primeira cena do novo filme se passa no Japão, e que ela vai mostrar como a maldição se espalhou pelo mundo.

O Grito é baseado no clássico filme de terror japonês Ju-On, e conta a história de uma mãe confrontada por um espírito vingativo em sua nova casa.

O longa tem Andrea Risenborough (Black Mirror), Demián Bichir (A Freira), John Cho (Buscando…), Betty Gilpin (GLOW), Jacki Weaver (Bird Box) e Lin Shaye (Sobrenatural) em seu elenco.

O Grito estreia no Brasil em 16 de janeiro de 2020.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio