Coringa foi repleto de cenas tensas, e uma delas deixou um ponto de interrogação na cabeça do público após a sessão.

Já na metade final do longa, descobrimos que Arthur Fleck fantasiou toda sua relação com Sophie, sua vizinha interpretada por Zazie Beetz.

Após a descoberta, vemos Arthur sentado no sofá do apartamento de Sophie, que ao ver a situação, fica assustada e pede para ele sair.


A cena é cortada e logo depois, vemos Arthur já no corredor do prédio, deixando a dúvida se ele tinha ou não matado a mulher.

Agora, temos a resposta. O diretor Todd Phillips revelou que, originalmente, a cena mostraria que Arthur apenas deixou o apartamento sem causar nenhum mal a sua vizinha.

No final das contas, o cineasta decidiu cortar a cena porque queria manter a estrutura narrativa do filme e também garantir que ela sempre fosse contada do ponto de vista do Coringa.

“Ele não a mata definitivamente. Como diretor e roteirista, estou dizendo que ele não a mata. Gostamos da ideia de que é quase como um teste decisivo para o público dizer: ‘Quão louco ele está?’ 

A maioria das pessoas com quem falei pensam que ele não a matou porque elas entendem a ideia de que ele só mata pessoas que o fizeram mal. Ela não teve nada a ver com isso.

A maioria das pessoas entendeu que, mesmo como vilão, ele estava vivendo de acordo com um determinado código. É claro que ele não matou essa mulher no corredor.”

Coringa está em exibição nos cinemas brasileiros desde o dia 3 de outubro.