Diretor revela qual a única vez que Coringa ri de verdade no filme

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A risada de Arthur Fleck é um dos elementos mais interessantes de Coringa, já que ela foi baseada em uma doença que existe no mundo real, que faz com que a pessoa tenha risadas involuntárias em situações de desconforto.

Em entrevista para a revista Empire, o diretor de Coringa, Todd Phillips, explicou os “tipos de risada” do personagem no filme.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Tem aquela risada que vem de sua doença, que é quando ele está acuado e com dor, e tem aquela que ele dá quando ele quer se encaixar e ser um dos caras, que é a risada forçada e falsa. A única vez em que Arthur/Coringa ri de verdade neste filme é na última cena”, revelou o diretor.

Ou seja, o Coringa só ri de verdade quando encontra seu verdadeiro propósito – pelo menos é o que ele acha – que é a instauração do completo caos.

A doença rara que inspirou a criação do personagem de Joaquim Phoenix no filme se chama epilepsia gelástica.

Coringa está em exibição nos cinemas.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio