O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio teve um início fraco em bilheteria, mas o problema é ainda maior do que parece.

Com apenas US$ 29 milhões conquistados em seus três primeiros dias de estreia nos EUA, o longa basicamente matou toda a continuidade da franquia.

De acordo com o The Hollywood Reporter, O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio precisava lucrar US$ 357 milhões mundialmente para pagar seus custos de produção, mas o valor atual de US$ 123,6 milhões mostra que o filme está bem longe disso.


Com a estreia de Doutor Sono e Frozen 2 (no exterior) nas próximas semanas, O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio deve perder ainda mais fôlego nos cinemas. Nem o mercado chinês, tão aguardado, foi o suficiente para alavancar o filme.

Tudo isso mostra que apesar do retorno de Linda Hamilton para o papel de Sarah Connor, a franquia O Exterminador do Futuro de fato perdeu sua força nos cinemas, o que sugere que é melhor que os estúdios deixem a franquia adormecida por enquanto.

O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio está em exibição nos cinemas.