Depois de criticar a Marvel e elogiar O Irlandês, de Martin Scorsese, o diretor Josh Trank excluíu sua conta no Twitter.

A treta que começou na última noite (27) – e que você pode conferir aqui – teve início com o comentário maldoso de Josh Trank, diretor de Quarteto Fantástico (2015), que comparou O Irlandês aos filmes da Marvel em referência aos comentários de Scorsese nas últimas semanas.

“Assistindo O Irlandês. Os primeiros 5 minutos têm mais humanidade, verdade e intriga cinematográfica do que cada filme da Marvel combinado ahahahahahahahaha. Desculpe, são fatos. Sem desculpas”, disse o diretor de Quarteto Fantástico.


Josh Trank também disparou contra Coringa, insinuando que o longa de Todd Phillips é uma cópia de O Rei da Comédia (1982), também dirigido por Scorsese.

“Minha mãe quer que eu pare de tuitar. Boa noite pessoal. PS: Vejam, ‘O Rei da Comédia’, de Todd Phillips”, disse o diretor.

Tomou as dores de Scorsese?

Para quem não se lembra, Scorsese criticou os filmes da Marvel, classificando-os como “parque de diversões”. Desde então, diversos cineastas deram sua opinião sobre o assunto, alguns defendendo e outros criticando a atitude de Scorsese.

Depois da polêmica, o diretor de Quarteto Fantástico abandonou o Twitter.

O Irlandês e Coringa estão em exibição nos cinemas.