Dizem que os gatos sempre caem de pé, mas quando se trata da adaptação em live-action de Tom Hooper do clássico musical chamado Cats, esse certamente não é o caso. O filme repleto de estrelas estreou nos cinemas dos Estados Unidos na última sexta-feira (20) e ficou claro o impacto das críticas negativas e da péssima recepção do público.

O filme com Taylor Swift é uma bomba, que arrecadou menos da metade do que se esperava fazer durante o fim de semana de estreia: uns insignificantes US$ 6,5 milhões.

Esses números vêm do Box Office Mojo, que mostrou o filme da Universal Pictures no quarto lugar do fim de semana com os US$ 6,5 milhões mencionados – quase metade do que Frozen 2 arrecadou neste fim de semana. Embora as expectativas sempre fossem baixas, inicialmente, imaginava-se que Cats se sairia muito melhor, com arrecadação de US$ 15 milhões a US$ 17 milhões na América do Norte durante seus primeiros três dias.


Mais tarde, a Variety informou que a arrecadação seria de US$ 8,5 milhões. Acontece que esse número também foi um pouco generoso para o longa com Taylor Swift.

Prejuízo monstruoso à vista

Os péssimos números de bilheterias de Cats na estreia são particularmente preocupantes, dado o orçamento de mais de US$ 100 milhões, embora o filme pareça ter seus próprios seguidores.

Uma rápida olhada nas mídias sociais revela que os espectadores ainda estão tentando entender o que viram no filme, e não parece que Cats terá muitas oportunidades de recuperar esse orçamento enorme, pelo menos não no mercado norte-americano.

Cats, com Taylor Swift, chegará aos cinemas brasileiros em 25 de dezembro.