Coringa abriu a mente da DC para filmes para maiores de idade. A editora está repetindo a estratégia em Aves de Rapina: Arlequina e sua Emancipação Fantabulosa.

Em visita ao set, o ComicBook descreveu que uma cena vista é de um filme para maiores. O momento teria contado com 16 palavrões, algo difícil de ser editado se o estúdio quiser uma classificação diferente.

Além disso, a protagonista Margot Robbie, que vive Arlequina, relatou a diferença de filmar Aves de Rapina e o primeiro Esquadrão Suicida, que teve classificação para menores. Agora, a atriz não teve que se policiar por conta da linguagem.


“Eu sentia que tinha que me censurar, por causa da classificação (em Esquadrão Suicida). E muitos personagens que existem na DC são sombrios. A Caçadora, por exemplo, que tem traumas de infância, ou como Arlequina, que tem problemas mentais. Às vezes você não pode ir a fundo nisso se tiver que se censurar. E eu pensei, não seria libertador se não tivéssemos que nos preocupar e fazer isso realmente? E depois, na edição, meio que podemos colocar no tom que queremos”, descreveu a famosa.

O produtor Bryan Unkeless lembrou que muitas coisas podem mudar ainda. No entanto, ao que tudo indica, Aves de Rapina seguirá o mesmo caminho de Coringa.

Além de Margot Robbie, o elenco de Aves de Rapina: Arlequina e sua Emancipação Fantabulosa tem Mary Elizabeth Winstead como a Caçadora, Jurnee Smollett-Bell como Canário Negro, Rosie Perez como Renee Montoya e a jovem Ella Jay Basco como Cassandra Cain.

Ewan McGregor será o vilão Máscara Negra, com Chris Messina vivendo o assassino Victor Zsask. A direção é de Cathy Yan.

Aves de Rapina: Arlequina e sua Emancipação Fantabulosa tem estreia prevista para 7 de fevereiro de 2020.