O presidente e produtor da Marvel, Kevin Feige, esclareceu os equívocos de que Doutor Estranho no Multiverso da Loucura é um filme de terror depois que o diretor Scott Derrickson descreveu a sequência como “o primeiro filme de terror da Marvel”.

Na San Diego Comic-Con 2019, o diretor de Doutor Estranho no Multiverso da Loucura prometeu que “mergulhará no gótico e no horror”. No entanto, o presidente da Marvel e seu maior representante disse agora que há apenas “algumas sequências assustadoras”, inspiradas em Steven Spielberg.

“Multiverso da Loucura é o maior título que já criamos, a propósito, o que é empolgante”, disse Feige ao aparecer como orador convidado na Academia de Cinema de Nova York. “Eu não diria necessariamente que é um filme de terror, mas será um grande filme com algumas sequências assustadoras.”


Recordando sua infância na década de 1980, Feige citou filmes clássicos dirigidos por Steven Spielberg. Eles são a grande influência para Doutor Estranho no Multiverso da Loucura.

“Há cenas horríveis em Os Caçadores da Arca Perdida que faziam meus olhos derreterem quando eu era criança. O mesmo com Indiana Jones e o Templo da Perdição, Gremlins ou Poltergeist – O Fenômeno. Foram os filmes que inventaram o PG-13. É divertido ter medo dessa maneira, não de um modo torturante, mas legitimamente assustador. Scott Derrickson é bom nisso.”

Experiência com terror

Derrickson, cujos trabalhos anteriores incluem filmes de terror como O Exorcismo de Emily Rose, Sinistro e Livrai-nos do Mal, disse na Comic-Con que não queria “fazer apenas mais uma sequência”.

“Se eu vou fazer isso, tem que ir para o território que me atraiu para os quadrinhos do Doutor Estranho, e foi assim que eles mergulharam no gótico e no horror. Nós faremos o primeiro filme de terror da Marvel.”

Doutor Estranho no Multiverso da Loucura, da Marvel, estreia nos cinemas em 7 de maio de 2021.