Trent Renzor, compositor de Bird Box, da Netflix, deu uma entrevista polêmica criticando o filme.

Apesar do sucesso de Bird Box, que é um dos filmes mais populares dentre os originais da Netflix, Renzor revelou que sua experiência na composição do filme foi “miserável”.

“Perda de tempo”

Em entrevista para o Revolver, Trent Reznor criticou sua experiência trabalhando em Bird Box com seu colaborador, Atticus Ross.


“Quando ficamos imersos nisso, eu senti que algumas pessoas estavam se envolvendo e de repente me vi preso com um editor que tem péssimo gosto. Esse é o obstáculo para colocar coisas no filme e o pior de tudo nesse bolo de m*rda é que nós estávamos viajando quando eles mixaram. E eles mixaram a música muito baixo, não dava para ouvir de qualquer forma. Então foi tipo… foi uma m*rda de uma perda tempo. Mas nós pensamos que ninguém ia ver essa m*rda de filme e é claro, acabou sendo o maior filme da Netflix”, disparou o compositor.

Reznor é vencedor do Oscar de Melhor Trilha Sonora por A Rede Social (2010), dirigido por David Fincher.

Bird Box conta a história de um futuro pós-apocalíptico. Nele, a Terra é invadida por aliens que dominam o mundo e buscam controlar as pessoas.

O elenco do suspense ainda conta com Sarah Paulson, John Malkovich, Jackie Weaver, Trevante Rhodes, Lil Rel Howery, Machine Gun Kelly e Danielle Macdonald.

Eric Heisserer, indicado ao Oscar por seu trabalho em A Chegada, assina o roteiro de Bird Box. Susanne Bier, diretora dinamarquesa de The Night Manager, dirige. O longa deve ganhar uma sequência em breve.

Bird Box está disponível na Netflix.