Quase todos os filmes escritos e dirigidos por Quentin Tarantino são queridos dos fãs de cinema. De Cães de Aluguel a Era uma Vez em… Hollywood, as pessoas adoram o trabalho de Tarantino e sempre revisitam sua biblioteca inteira regularmente.

Há uma razão pela qual as pessoas ainda perguntam ao diretor sobre seus filmes anteriores anos depois de sua chegada. Até hoje, os fãs ainda querem saber mais sobre filmes como Kill Bill, e Tarantino continua lançando pequenas informações aqui e ali.

Recentemente, Quentin Tarantino apareceu em um novo episódio do Reel Blend Podcast e falou sobre o personagem Bill nos dois filmes de Kill Bill. David Carradine interpretou o vilão, mas Quentin Tarantino revelou que o papel foi planejado para Warren Beatty, e ele até considerou escalar Bruce Willis em um ponto.


“Eu escrevi Bill para Warren Beatty e acabou não dando certo. E então eu escalei David Carradine e meio que o reescrevi para David Carradine. Bruce [Willis] teria sido minha terceira escolha… Quando eu leio a versão original de Kill Bill, isso meio que me incomoda agora, porque é a versão de Warren Beatty.”

Plano C

Willis teria sido a terceira escolha para Tarantino se Carradine tivesse recusado, então não há como dizer exatamente o quão perto a estrela de Pulp Fiction chegou de conseguir o papel. No entanto, como Tarantino explicou na entrevista, ele não teria que reescrever muito o papel se tivesse ido com Willis.

“Quando eu olho para a versão original, Bill se parecia com uma versão do mal de James Bond. Ele meio que tinha um tipo de qualidade de Warren Beatty nele. E, francamente, para dizer a verdade, eu provavelmente não teria reescrito tanto se tivesse escolhido Bruce nele. Bruce poderia realmente ter interpretado aquele personagem malvado e eu apenas teria me inclinado à sua personalidade, talvez um pouco mais. Um pouco menos de champanhe, um pouco mais de cerveja.”

Recentemente, Quentin Tarantino indicou que Kill Bill 3 pode estar em desenvolvimento.