Desde o início de sua existência nos quadrinhos até os tempos contemporâneos, a existência do Coringa sempre esteve ligada totalmente ao seu maior inimigo, o Batman.

No entanto, o filme do personagem em 2019 alterou completamente as origens do vilão, mostrando seu surgimento em uma época que Bruce Wayne ainda era uma criança.

Ainda assim, na mente de muitos críticos do gênero, qualquer coisa tangencialmente relacionada ao Batman vai arrecadar dinheiro por causa dessa base de fãs do Homem-Morcego instalada.


O sucesso de Coringa

No entanto, segundo o diretor Todd Phillips em entrevista ao Deadline, há muito mais fatores para o sucesso de Coringa do que apenas sua ambientação em um universo do Batman.

“Acho que foi mais do que isso. Quero dizer, acho que existem temas no filme que realmente ressoaram nas pessoas. Nenhum de nós pensou que um filme classificado como +18 pudesse faturar mais de US$ 1 bilhão em todo o mundo.

Mas acho que os temas realmente ressoaram. O que Scott Silver e eu nos propusemos a fazer quando escrevemos o filme juntos era criar algo significativo naquele espaço de quadrinhos, mas também algo que realmente tratava do que estava acontecendo em 2016, quando começamos a escrever.

É bastante óbvio o que estava acontecendo em nosso país em 2017 enquanto estávamos escrevendo, e realmente queríamos usar Coringa para fazer um filme sobre a perda de compaixão e a falta de decoro no mundo.”

Coringa chega às lojas em Blu-Ray e DVD no dia 21 de janeiro deste ano.