Antes de ser lançado em 2019, Coringa era colocado em inúmeras polêmicas. Alguns críticos chamavam o filme da DC de irresponsável.

Nos Estados Unidos, havia o medo de que Coringa pudesse encorajar pessoas a cometerem crimes públicos. Após o lançamento, não foi isso que aconteceu.

No Creative Impact Awards, como destacado pela Variety, o diretor Todd Phillips disse que toda controvérsia foi “barulhenta”. Mas, hoje, todos podem ver o que Coringa trouxe de positivo.


Muito além de Coringa

Em discurso, o diretor contou algumas respostas que teve com o filme da DC. Muitas tocam em temas discutidos no longa, como a saúde mental.

“Nosso filme fez muito barulho. E muito foi apenas isso, barulho. Mas quando a poeira baixou, o que eu mais tirei disso foi o impacto positivo que teve para pessoas ao redor do mundo. Pessoas vieram falar comigo nas exibições, falaram sobre a luta com a solidão, o sentimento de se sentir invisível e até sobre experiências com doenças mentais”, declarou o cineasta.

Coringa, de fato, se provou um sucesso. Na bilheteria, o filme ainda arrecadou mais de US$ 1 bilhão.

Neste mês, o longa ganha o DVD e Blu-ray.