Todd Phillips realmente se destacou com Coringa enquanto o filme continua a acumular prêmios. O diretor contou ao Deadline nesta semana sobre seu processo de recrutamento de Joaquin Phoenix para o projeto.

O ator não parece muito entusiasmado com histórias em quadrinhos, mas com um pouco de convencimento, ele estava pronto para sua visão. O resultado foi um sucesso absoluto para a Warner Bros.

Ainda assim, as bases tinham que ser estabelecidas com antecedência, para que houvesse o sucesso que as pessoas desejavam do projeto.


Desinteresse por quadrinhos

“Ele gostou do espírito do que era o filme, uma espécie de filme anti-quadrinhos ou o que quer que seja. Ele apenas respondeu ao espírito, mas também não era alguém que jamais pensou que ele estaria em um filme de quadrinhos. Eu acho que não quero dizer com certeza. Tenho certeza que ele recusou filmes de quadrinhos no passado. Então, esse foi o maior obstáculo.”

“Ele leu o roteiro, ele entendeu. Ele também entendeu que não era um filme de quadrinhos direto, mas é o mesmo ponto”, acrescentou o diretor de Coringa.

“Ainda era chamado de Coringa. Ainda diz que a DC se apresenta em algum momento, então esse foi o maior obstáculo e conversamos muito sobre isso. Tivemos essas reuniões por meses. E antes que ele concordasse em fazê-lo, foram necessários três ou quatro meses e muitas perguntas. Eu acho que parte disso foi ele apenas tentando entender como tudo seria.”

Coringa está disponível em DVD e Blu-ray.