Nem a Marvel escapa de imprevistos e possíveis desentendimentos. O MCU, universo cinematográfico da editora, acaba de ter um problema para Fase 4 por conta de Doutor Estranho: No Multiverso da Loucura, segundo filme do herói.

A Variety afirma na noite desta quinta, 9, que o diretor Scott Derrickson está deixando o filme. O cineasta comandou o primeiro longa do Doutor Estranho (2016), que foi bastante elogiado pelos fãs.

A Marvel confirma a situação e afirma que tomou a decisão por conta de “diferenças criativas”. Mesmo assim, Derrickson permanece no cargo de produtor executivo.


O que a Marvel diz

A editora logo tornou a situação pública e fez um comentário para Variety. A Marvel garante que a decisão foi tomada pelas duas partes.

Marvel Studios e Scott Derrickson decidiram rescindir em Doutor Estranho: No Multiverso da Loucura por conta de diferenças criativas. Nós somos gratos às contribuições de Scott ao MCU”, afirma o comunicado da editora.

A Marvel ainda não se pronuncia sobre quem pode ser o novo diretor.

Doutor Estranho 2

O filme é considerado um dos mais importantes da Fase 4, muito por trazer o multiverso. Além disso, o longa estará ligada com as séries WandaVision (da Feiticeira Escarlate e do Visão) e Loki, que são do Disney+.

Dessa forma, a Marvel tem grande necessidade de lançar o longa.

Doutor Estranho: No Multiverso da Loucura traz Benedict Cumberbatch de volta como o herói do título. Elizabeth Olsen, a Feiticeira Escarlate, também estará no longa.

Doutor Estranho: No Multiverso da Loucura chega em 6 de maio de 2021.