ALERTA DE SPOILERS

Como vários momentos de Star Wars: A Ascensão Skywalker, a cena final do filme gerou várias polêmicas e debates na internet.

Na cena em questão, Rey aparece em Tatooine enterrando os sabres de luz de Luke e Leia, e exibindo seu novo sabre amarelo.


É nesse momento que uma mulher passa e pergunta qual o nome da garota: “Rey”, ela responde. A mulher então pergunta seu sobrenome, e ela diz: “Rey Skywalker”.

Com isso, Rey abdicou de sua linhagem como uma Palpatine para abraçar uma vida como Skywalker, mesmo não tendo o sangue da família.

Explicando a cena

Em recente entrevista ao ComicBook, o roteirista Chris Terrio explicou essa decisão considerada um tanto quanto polêmica pelos fãs.

“Isso para nós parecia o final adequado, porque no início da trilogia, há um Skywalker que está sendo corrompido novamente como Anakin, para se tornar mais como Palpatine”, disse Terrio.

“No final, pensamos que a vitória final da Luz e o ato final de auto-afirmação de Rey foi declarar que, apesar de seu sangue, ela é uma Skywalker. Naquele momento, os Skywalkers realmente vencem a saga da família.”

Star Wars: A Ascensão Skywalker está em exibição nos cinemas de todo o Brasil.