Wesley Snipes teve olhos de CGI por uma breve cena em Blade: Trinity, mas por quê? Aparentemente, o motivo está relacionado aos problemas de Snipes com o diretor David S. Goyer.

Há muito tempo existem rumores e histórias sobre o mau comportamento de Wesley Snipes no set de Blade: Trinity. O efeito em CGI aparentemente desnecessário demonstra o quão sério esse mau comportamento foi para a produção da Marvel.

Lançado em 2004, o filme de ação e terror Blade: Trinity foi o terceiro e último filme que estrelou Wesley Snipes como o caçador de vampiros. O filme foi um sucesso modesto nas bilheterias, mas foi criticado por não cumprir os padrões estabelecidos pelos dois primeiros filmes.


O filme sofreu vários problemas, incluindo sua história, falta de coerência e muito mais. Descrito por muitos como um desastre, Blade: Trinity interrompeu a franquia Blade e se tornou a aventura final de Wesley Snipes como o super-herói da Marvel Comics.

Após o lançamento do filme, Snipes processou a New Line Cinema e Goyer por reclamações sobre seu salário e tempo de tela reduzido.

Alegadamente, a produção de Blade: Trinity foi assombrada por problemas que aconteceram no set, e uma história que demonstra o quão ruim foi a narrativa de David S. Goyer é a agora infame cena do necrotério no final do filme. Os espectadores notaram que em uma cena é óbvio que os olhos de Blade são momentaneamente criados com CGI.

Isso acontece quando se pensa que Blade está morto, e ele de repente abre os olhos. Só que, segundo Goyer, Snipes não abriu os olhos [via AV Club].

Supostamente, Snipes não abriu os olhos porque estava bravo com Goyer e não queria cooperar. Então, para evitar mais discussões, tudo foi resolvido colocando apenas CGI sobre as pálpebras.

Bizarras histórias dos bastidores

Houve vários relatos sobre o que aconteceu durante as filmagens de Blade: Trinity, e muito disso vem do ator Patton Oswalt, que interpretou Hedges. Oswalt afirmou que Snipes passou a maior parte do tempo em seu trailer, e só saía quando chegava a hora de seus close-ups, já que muitas de suas cenas foram filmadas com seu dublê.

Já foi dito muitas vezes que Snipes e Goyer não se davam bem, e isso começou com Snipes nem querendo que Goyer dirigisse. Oswalt contou que Snipes até acusou Goyer de racismo.

Chegou a um ponto em que Snipes parou de interagir com Goyer e só se comunicava com ele através de bilhetes, inclusive assinando com o nome de Blade. Snipes negou a maioria dos rumores sobre seu comportamento no set, mas este ele admitiu, embora apenas até certo ponto.

No entanto, ele não comentou a cena dos olhos em CGI em Blade: Trinity, que pode ser a história mais bizarra que já saiu dos filmes de Blade.

Blade ganhará um reboot pela Marvel nos próximos anos, com Mahershala Ali como o protagonista.