Apesar de a Marvel vir dominando o gênero de super-heróis há alguns anos, a DC parece ter voltado a competição no ano passado com o sucesso de Coringa.

Agora, com outras grandes produções a caminho em ambos os estúdios, essa rivalidade com certeza durará por mais longos anos.

Rivalidade

Em seu stand-up, intitulado End Times Fun, Marc Maron aproveita o momento para apimentar um pouco mais essa disputa.


Conhecido por ter trabalhado em Coringa, Maron defendeu seu lado da moeda e brincou com os fãs da Marvel, chamando-os de fanáticos religiosos.

O comentário do comediante foi feito, principalmente, criticando o fanatismo dos fãs em relação ao mais recente filme do estúdio, Vingadores: Ultimato.

Maron ainda disse que os longas da Marvel fazem parte de uma “bolha cultural maligna.”

A coisa toda é feita de bom humor, mas a entrega de Maron é tão seca que pode ser um pouco difícil dizer o que é apenas uma piada, e o que poderia ser um comentário sério sobre o setor.

Marc Marcon interpretou em Coringa o produtor do programa de entrevistas de Murray Franklin, personagem de Robert De Niro.