A pandemia do novo coronavírus (COVID-19) pode estar mudando a indústria cinematográfica para sempre. O The Wrap afirma que a Warner Bros pode tomar uma decisão bem diferente de outros estúdios. 

Se o surto continuar e os cinemas permanecerem fechados, Mulher-Maravilha 1984 pode ser lançado diretamente em plataformas digitais e na HBO Max, plataforma de streaming do estúdio. O site diz ainda que o presidente da Warner Bros, Toby Emmerich, levantou a possibilidade. 

A informação é de que a prioridade da Warner Bros é lançar o filme nos cinemas, mas que uma alternativa é discutida. Vale lembrar que Mulher-Maravilha 1984 é uma das grandes apostas de DC e Warner para um grande faturamento em 2020. 


Do outro lado, estúdios como Disney e Universal estão apenas adiando os filmes para o final do ano ou 2021. 

Dois produtores responderam a informação do The Wrap. Jeff Goldstein, o chefe de distribuição da Warner, afirmou que o estúdio está “procurando distribuir nos cinemas, é o plano”. 

Charles Roven, produtor de Mulher-Maravilha 1984, descartou a informação. “É ridículo, ainda mais por conta do tamanho do filme. Por mais que o streaming possa ser interessante, se você quiser uma grande bilheteria mundial, você tem que lançar no cinema”, afirmou o profissional. 

Mulher-Maravilha 1984 ainda em 2020

O filme da DC tem Gal Gadot no papel principal e ainda Maxwell Lord (Pedro Pascal), Mulher-Leopardo (Kristen Wiig) e o retorno de Steve Trevor (Chris Pine).

Patty Jenkins está na direção.

Mulher-Maravilha 1984 tem previsão de lançamento para 4 de junho de 2020.