Carro icônico desapareceu de Velozes e Furiosos; veja por que

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No final de Velozes e Furiosos, Brian deixou Dom escapar no Supra que eles restauraram juntos, mas ele não aparece novamente na série – então o que aconteceu? O filme de ação de 2001 sobre ladrões de corridas de rua, estrelado por Vin Diesel e Paul Walker, gerou uma franquia de sequências, cada uma mais fantástica que a anterior.

O primeiro filme é relativamente realista e se concentra mais no elemento de corrida e nos carros envolvidos. Um desses carros era um Toyota Supra MK IV laranja de 1994.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Quando seu último carro foi destruído por uma organização criminosa/equipe de corrida rival, o policial disfarçado do Departamento de Polícia de Los Angeles, Brian O’Conner (Walker), precisa levar Dominic Toretto (Diesel) para um carro de “10 segundos”. O’Conner entrega um Supra extremamente danificado à garagem de Toretto e os dois, com o resto da equipe, vão restaurá-lo, tornando-o rápido o suficiente para vencer uma Ferrari em uma corrida.

Quando os dois se encontram em desacordo no final do filme, eles têm uma última corrida de arrancada, que finalmente leva à destruição do Dodge Charger R/T 1970 de Toretto. Mas quando ouvem as sirenes da polícia se aproximando, Brian coloca sua amizade antes de sua carreira e dá a Dom as chaves do seu Supra para que ele possa escapar.

Em uma cena pós-créditos, Dom é visto dirigindo um Chevrolet Chevelle SS 1970, não o Supra.

Devido a Vin Diesel querer fazer As Crônicas de Riddick em vez de + Velozes + Furiosos, sua fuga marca o fim de sua presença na série até uma participação especial no final de Velozes e Furiosos: Desafio em Tóquio (ou o início de Velozes e Furiosos 4, dependendo se você estiver usando a cronologia do mundo real ou a do universo de Velozes e Furiosos). Então, o que aconteceu com o Supra?

A resposta está em um extra de DVD.

O que houve?

The Turbo Charged Prelude for 2 Fast 2 Furious é um curta-metragem de seis minutos, dirigido por Philip G. Atwell (Rogue – O Assassino), lançado no DVD de Velozes e Furiosos. Acontece entre o primeiro filme e + Velozes + Furiosos, dando aos espectadores uma olhada no tempo de Brian O’Conner em fuga, ganhando corridas de rua por dinheiro.

Enquanto janta, Brian vê uma manchete de jornal sobre Dom, que também tem uma linha que indica que um veículo abandonado foi encontrado. Sabendo que a polícia estava atrás dele e sabia o que ele estava dirigindo após o acidente no final de Velozes e Furiosos, faz sentido para Dom deixar o Supra para trás e pegar um novo carro, como o Chevelle da sequência pós-créditos.

O Supra pode ter sido rápido, mas ele só conseguiu correr por pouco tempo antes de ser visto em um carro tão facilmente identificável.

Velozes e Furiosos foi apenas o primeiro passo para estabelecer a família que os telespectadores passaram a amar. Deve-se notar também que Brian estava dirigindo um Toyota Supra MK IV branco de 1995 no final de Velozes e Furiosos 7, enquanto ele e Dom dirigiam por estradas separadas, sinalizando adeus à série após a morte de Paul Walker.

O Supra estava na tela apenas por um período de tempo relativamente curto, comparado com a duração da série, mas era importante estabelecer a relação dos dois personagens principais. Enquanto o carro em si estava abandonado, a amizade entre eles não estava.

Velozes e Furiosos 9 chegará aos cinemas em abril de 2021.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio