Daniel Craig, de 007: Sem Tempo Para Morrer, riu da ideia de seu James Bond ser o “menos safado”.

Falando em uma sessão de perguntas e respostas de Cassino Royale em Nova York nesta semana, o ator de 52 anos analisou seu tempo no papel de 007, quando o moderador lhe pediu para discutir sobre ser chamado de “o Bond menos safado do cinema”.

Uma nova abordagem

“Como ousam?”, Craig brincou sobre a afirmação, antes de acrescentar: “Muita reflexão continua por trás disso, claramente, mas eu queria aumentar algumas das coisas que haviam acontecido antes.”


“Eu queria fazer com que as personagens das mulheres significassem alguma coisa e era muito importante elevar isso. Espero que algo que fizemos através dos filmes tenha conseguido fazer isso.”

Craig continuou: “Sexo fazia parte disso, o sexo definitivamente está intimamente relacionado. Todo mundo fica um pouco empolgado com tudo isso, mas não queríamos nos livrar disso. Queríamos que o filme fosse sexy.”

“Mas não foi o objetivo, houve a mudança – algo que o afastou, ele se apaixona, ele está com o coração partido. Todas essas coisas são permitidas.”

007: Sem Tempo Para Morrer chegará aos cinemas em novembro.