Na cena pós-créditos de Venom, Eddie Brock, com o simbionte, entrevista Cletus Kasady, um personagem que os fãs de quadrinhos reconhecerão como o serial killer sociopata que se une ao simbionte conhecido como Carnificina.

Carnificina provavelmente se tornará uma grande ameaça em Venom 2 e suas habilidades excedem as de Venom, além de Kasady tornar um simbionte ainda mais violento e perigoso.

Além disso, Naomie Harris está se juntando ao elenco como Shriek, uma supervilã homicida que frequentemente se une e namora Kasady nos quadrinhos.


Essa equipe formidável é demais para Venom lidar sozinho, então se unir com um aliado superpoderoso faz muito sentido – e uma teoria indica uma grande união.

Teoria

Uma fusão entre Homem-Aranha e Venom foi necessária para derrotar Carnificina nos quadrinhos, e esta versão cinematográfica de Eddie Brock não tem a mesma rivalidade em relação ao herói.

O benefício óbvio para Venom é absorver as habilidades do Homem-Aranha. A força do simbionte combinada com a agilidade de Parker, a habilidade de escalar paredes e o sensor Aranha seriam grandes armas para a batalha.

Também não é exagero supor que o grande banco de dados que Parker pode acessar por meio de sua tecnologia Stark inclui algumas informações sobre os vilões.

Para o Homem-Aranha, o vínculo com Venom proporcionaria a oportunidade de estudar e entender as espécies em nível fisiológico. A versão MCU de Peter Parker também expressou um forte interesse em ciência e aprendizado sobre o desconhecido.

Dado que Brock agora está bem ajustado ao simbionte, experimentar por si mesmo seria uma oportunidade difícil para Peter deixar passar, especialmente se isso pudesse aumentar seus próprios poderes.

Venom 2 está previsto para chegar aos cinemas em 2 de outubro deste ano.