Samuel L. Jackson é um dos atores mais famosos do mundo. Para muitos, ele é mais conhecido como o Nick Fury, o misterioso líder da SHIELD que aparece no MCU desde Homem de Ferro 2.

Mas a popularidade do ator explodiu nos anos 90, com Pulp Fiction: Tempo de Violência, de Quentin Tarantino. O ator interpretou Jules Winnfield, personagem que, por incrível que pareça, tem uma conexão com Fury.

Uma divertida referência

Em Capitão América: O Soldado Invernal, a Marvel prestou uma grande homenagem a Pulp Fiction: Tempo de Violência. Na trama, Nick Fury finge sua morte, a ponto de sua lápide ser mostrada na tela.


O epitáfio de Fury diz: “O caminho do homem justo: Ezequiel 25:17”. É uma referência a uma famosa citação de Jules em Pulp Fiction: Tempo de Violência.

Muitos fãs, a partir disso, criaram teorias sobre Jules e Nick Fury serem a mesma pessoa. Mas os diretores Joe e Anthony Russo esclareceram que foi só uma ideia de alguém da equipe de efeitos, que sugeriu que essa referência fosse feita porque eles não faziam ideia do que colocar na lápide de Fury.

Como se sabe, Fury não estava morto de verdade. Ele retornou no mesmo filme e, apesar de um tempo longe do MCU, continua sendo uma figura ativa.