Os dias de Venom como anti-herói acabaram. Na edição mais recente da HQ do personagem, Eddie Brock é recrutado oficialmente pelo Capitão América para se juntar aos Vingadores.

O momento não vem exatamente como uma surpresa. Na HQ de Venom, o ex-vilão já salvou a Terra algumas vezes – e não ganhou o crédito devido. Ele matou Knull, o Deus Simbionte e foi essencial para a conclusão do evento Carnificina Absoluta.

Por isso, Venom ganhou uma entrevista oficial com os Vingadores em sua nova HQ.


A entrevista

A cena em questão acontece em Venom #21. Eddie Brock é levado para a Montanha dos Vingadores no Círculo Ártico, sem saber exatamente o motivo do chamado. Quando ele chega ao local, o próprio Capitão América o recepciona.

Eddie fica apreensivo com a entrevista, já que não revelou para os Vingadores que só conseguiu derrotar o Carnificina ao absorver o simbionte em seu próprio corpo. Além disso, ele se preocupa com a segurança de seu filho Dylan, que foi instrumental para o sacrifício heroico do personagem.

O voto do Capitão

Logo que Eddie Brock chega à base dos Vingadores, Capitão América revela o motivo do chamado. Steve Rogers oferece a Venom um lugar oficial no time de heróis

É claro que os outros Vingadores também tem que aprovar a inclusão de Venom no time. Porém, o personagem já conta com votos de 2 heróis importantes: Capitão América e Thor.

O asgardiano vê Eddie com grande respeito e reverência, tendo presenciado a ação heroica do personagem na Guerra dos Reinos. Segundo o Deus do Trovão, “seria uma honra lutar ao lado deste guerreiro”.

Agora, Venom precisa conquistar os votos de Homem de Ferro, Mulher-Hulk, Blade, Capitã Marvel e Motoqueiro Fantasma para entrar oficialmente para os Vingadores.

A história terá sua continuação na próxima HQ de Venom.