A internet está repleta de teorias de MCU, especialmente com cenários hipotéticos envolvendo Thanos.

Fãs dedicados passam horas propondo argumentos convincentes sobre como o estalo poderia ter sido evitado em Vingadores: Guerra Infinita se outros personagens estivessem presentes.

Duro oponente

Um dos nomes mais comumente mencionados nessas especulações é o Motoqueiro Fantasma.


Curiosamente, seria perfeitamente possível que Johnny Blaze, Danny Ketch ou Robbie Reyes aparecessem em um filme da MCU, já que os direitos do Motoqueiro Fantasma voltaram para a Marvel Studios em 2013.

Mesmo assim, é fascinante considerar que tipo de ameaça o personagem representaria para Thanos.

Embora não seja uma potência como o Hulk, o Motoqueiro possui habilidades sobrenaturais – a mais formidável é a Penitência.

Para utilizar esse poder, ele prende os olhos em seu alvo e os faz sentir toda a dor e sofrimento que causaram em sua vida. Deixa a alma da vítima permanentemente marcada e queimada pela agonia.

Considerando a reação inicial de Thanos ao sacrifício de Gamora em Vormir, há uma crença de que Motoqueiro poderia forçar o Titã Louco a ficar cara a cara com toda a tristeza que ele causou aos outros.

Isso é plausível porque parece que o vilão tem um coração em algum lugar abaixo das camadas de sua megalomania.

Então, talvez o Espírito da Vingança fosse tudo o que era necessário para impedir que metade do Universo Marvel fosse destruída. Mas a resposta dessa dúvida já foi revelada nos quadrinhos.

Será que funciona?

Em Thanos #15, escrito por Donny Cates e ilustrado por Geoff Shaw, o Titã Louco usa o crânio do Motoqueiro Fantasma Cósmico para experimentar a Penitência. Em vez de ser dominado pela emoção, ele observa que é “bonito”.

Naquele momento, é evidente que Thanos não sente remorso por suas ações; em vez disso, ele as considera como boas lembranças.

Embora o Thanos dessa HQ seja significativamente diferente da versão do MCU, eles são semelhantes, pois ambos fazem o que for preciso para conseguir o que querem.

Portanto, não é difícil imaginar que empatia é algo que falta muito na composição do personagem.

Se ele está pronto para acabar com metade do mundo – incluindo inocentes e bebês – é improvável que vá sentir remorso por alguma coisa.

O próximo filme da Marvel a chegar aos cinemas é Viúva Negra, que estreia em 30 de abril deste ano.