Lou Ferrigno, conhecido por viver o Incrível Hulk na série de TV dos anos 70 e 80, afirmou em entrevista para uma publicação canadense que se sentiu frustrado com a maneira que a história do herói foi apresentada durante os últimos filmes do MCU.

Segundo o ator, Mark Ruffalo e a Disney são os culpados pela “decepção” com Hulk em Vingadores: Ultimato.

“Estragaram o personagem”

“Em Vingadores: Ultimato, eu fiquei realmente decepcionado”, começa Ferrigno. “Porque o Hulk precisa ser horrível. Ele precisa ser, literalmente, uma criatura. O que você vê em Ultimato é basicamente só o Mark Ruffalo – e eu acho que isso tem muito a ver com decisões dele e da Disney”.


O ator continua: “Eu não gostei da maneira como o Hulk foi caracterizado. Grande parte do atrativo do personagem se perdeu… É muito diferente, principalmente o CGI. Você não vê mais o Hulk gritando e perdendo a cabeça. Nesse filme, ele basicamente está só conversando. Acho que isso estragou o personagem”, afimou Ferrigno.

Ainda não se sabe quando Mark Ruffalo vai retornar como Hulk ao MCU.

Hulk quase ganhou visual BIZARRO

O Hulk (ou Professor Hulk) retorna em Vingadores: Ultimato com um visual completamente diferente do que conhecíamos. Com a união do corpo do Hulk e da mente de Bruce Banner, o Gigante de Jade aparece vestindo roupas e óculos pela primeira vez.

Para a criação do personagem, diversas artes conceituais foram feitas, e agora a Marvel divulgou mais uma arte exclusiva do Hulk em Vingadores: Ultimato.

O artista conceitual Jerad Merantz divulgou em seu Instagram o visual inicial de Hulk em Vingadores: Ultimato. Confira abaixo.

Na imagem, Hulk aparece sem camisa e de óculos, exibindo fortemente os traços do ator Mark Ruffalo em suas expressões.

Confira: