Publicidade

Fim do mistério: saiba por que Elsa de Frozen não tem namorado

Publicado por Redação

18/04/2020 06:00

Frozen fez sucesso porque quebrava a tradição das animações da Disney, mostrando Elsa, uma princesa totalmente independente de diferente das outras.

Mas com Frozen 2, muitos fãs acharam que Elsa ganharia um interesse romântico. A roteirista/diretora da sequência da Disney, Jennifer Lee explicou, no entanto, porque isso não acontece.

Fim do mistério

Em entrevista ao Screen Daily, Lee explicou porque Elsa não tem namorado nos filmes de Frozen.

“Nós podemos fazer qualquer tipo de personagem, mas com Elsa a gente queria mostrar onde ela está em sua vida, e como ela se sente com a pressão de carregar o mundo. Nós não estávamos focando em amor romântico”, explicou a diretora.

Portanto, se no primeiro filme Elsa tenta descobrir quem é, em Frozen 2 ela tenta entender porque ela é quem ela é, e o que isso representa.

Elsa é gay?

Desde que os fãs conheceram Elsa em 2013, no primeiro filme de Frozen, a comunidade LGBTQ+ se apegou muito a jornada da personagem.

Isso gerou uma enorme expectativa de que, no segundo filme, Elsa se revelasse lésbica e ganhasse uma namorada.

Isso, no entanto, não aconteceu, e com a estreia de Frozen 2, muitos acreditam agora que Elsa não seja lésbica, mas sim assexual.

Sub-representação da assexualidade

Se você viu Frozen 2, sabe que não, Elsa não consegue uma namorada. Na verdade, ela não busca nenhum relacionamento romântico.

Ela, muito razoavelmente, destrói a estátua de gelo de Hans em sua sequência de flashback de sonho, que se vincula à sua dispensa de relacionamentos românticos no primeiro filme.

Frequentemente ignorada pela sociedade convencional, a assexualidade ocorre quando um indivíduo sente pouca ou nenhuma atração sexual por pessoas. Existem vários tons de assexualidade, mas as duas categorias pelas quais Elsa parece tão distante são assexuais e arromânticas.

Uma pessoa assexuada ainda pode encontrar satisfação romântica com um parceiro, uma vez que desejo sexual e amor romântico são totalmente diferentes. No entanto, Elsa parece ser arromântica também, não tendo desejo de romance com ninguém ao longo de dois filmes.

É muito incomum encontrar representação da assexualidade em animações. Bojack Horseman é um dos poucos a apresentar explicitamente um personagem, Todd Chavez, como assexuado.

Muitos fãs de anime também podem apontar personagens como Rei Ayanami e Yuki Nagato como assexuais, embora isso nunca seja explicitamente declarado. Mas se você se aprofundar, verá que é incrivelmente difícil encontrar qualquer representação da assexualidade na ficção, o que ajuda a explicar o desconhecimento de tantas pessoas.

Se a população não vê algo na mídia, às vezes pode ser difícil entendê-lo. Mesmo voltando ao Sherlock da BBC, levou Benedict Cumberbatch a argumentar que ele vê seu personagem como assexual, embora os escritores não parecessem confirmar isso de uma maneira ou de outra.

Afinal, Elsa é assexual?

É claro que, sendo da Disney, qualquer tipo de atração sexual tem muito menos probabilidade de ser explicitamente apresentada. No entanto, a falta de qualquer perspectiva romântica deixa Elsa parecendo muito diferente de seus colegas.

Desde o início, ela parece ter pouca ou nenhuma falta de alguém em sua vida como parceiro (a) romântica. Mesmo durante o seu número icônico da música “Let it Go”, seu senso de autodescoberta é inteiramente sobre si mesma – ela não cria um parceiro perfeito ou se envolve em algum interesse romântico.

Então Elsa é assexual? É difícil dizer com certeza no cânone, mas, dadas as evidências fornecidas, seria uma interpretação muito válida do texto, especialmente se um possível Frozen 3 se recusar mais uma vez a dar um romance para ela.

Publicidade