Tubarão, um dos maiores clássicos do cinema, foi também o precursor de um gênero que assusta as pessoas até hoje.

Em homenagem ao filme de Steven Spielberg, resolvermos reunir os 10 melhores filmes de tubarão já feitos – dos genuinamente tensos e bem feitos aos trashes desavergonhados que nos divertem.

Confira a nossa seleção:


TUBARÃO (1975)

Impossível deixar de fora o clássico de Steven Spielberg, que marcou época na época de seu lançamento e até foi indicado ao Oscar de Melhor Filme. Quando um tubarão branco começa a aterrorizar um resort praiano, é hora de três heróis improváveis entrarem em ação: o xerife local, um biólogo marinho e um marinheiro veterano. Roy Scheider e Richard Dreyfuss viraram astros com os papéis.

DO FUNDO DO MAR (1999)

Renny Harlin não é nenhum Steven Spielberg, mas ele tem faro para filmes de ação divertidos – e descartáveis. É o caso desse filme de tubarão que marcou o final dos anos 1990 com uma trama bem absurda: a Dra. Susan McAlester (Saffron Burrows), trabalhando em uma pesquisa para curar o Alzheimer, resolve aumentar o cérebro de tubarões para colher enzimas de cura. Isso mesmo, tubarões inteligentes!

MAR ABERTO (2003)

Feito por alguns trocados e filmado com tubarões de verdade cercando os atores (devidamente protegidos embaixo da água, é claro), esse pequeno fenômeno de bilheteria deixou todo mundo tenso nos cinemas em 2003. Os rápidos 79 minutos do filme parecem se arrastar na situação complicada de dois mergulhadores que se veem abandonados pelo barco que os levou até alto-mar.

ÁGUAS RASAS (2016)

Blake Lively contra um tubarão – isso é tudo o que você precisa saber sobre esse curioso thriller do diretor Jaume Collet-Serra, que segura a tensão com habilidade pelos rápidos 86 minutos de filme. A diferença aqui é que a surfista interpretada por Lively é atacada pelo tubarão a meros 180m da praia, um trajeto curto que pode se provar mortal.

SHARKNADO (2013)

Você pode rir, mas Sharknado se tornou um fenômeno cultural por excelência desde sua estreia como mais um filme trash da SyFy. A cultura da internet se ligou nas qualidades de filme “tão-ruim-que-é-bom” do longa, que já gerou quatro sequências e prepara uma quinta para esse ano.

PERIGO EM ALTO MAR (2010)

Outro daqueles filmes-B que são surpreendentemente tensos, Perigo em Alto Mar segue um grupo de amigos cujo barco acaba virando, e que começa a ser aterrorizado por um grande tubarão branco. Enquanto o diretor Andrew Traucki não é nenhum Spielberg, o filme é crível e divertido o bastante para matar os 94 minutos pelos quais se estende.

TERROR NA ÁGUA 3D (2011)

E se tubarões vivessem na água doce e saltassem da tela com a tecnologia 3D? Esse filme de David R. Ellis responde essa pergunta que ninguém fez anteriormente com 90 minutos de franca diversão, passando por absolutamente todos os clichês que você espera de um filme de tubarão – e criando alguns novos.

O TUBARÃO FANTASMA (2013)

Como não incluir nessa lista o filme sobre um espírito de tubarão que continua assombrando (literalmente!) os caipiras que o mataram? Essa pérola da criatividade humana foi criada pelo diretor/roteirista Griff Hurst, e merece ser vista mesmo que seja só por sua premissa completamente absurda.

TUBARÕES DA AREIA (2012)

Um feito de criatividade semelhante foi alcançado pelo diretor Mark Atkins nesse filme, que mostra como um terremoto libera das profundezas do oceano um predador antigo – um tubarão que consegue “nadar” na areia? É tão bizarro quanto você espera, se não for mais.

MEGA SHARK VS. GIANT OCTOPUS (2009)

Fãs da franquia Sharknado precisam conferir os longas do Mega Shark, um tubarão ainda mais gigantesco do que é comum em Hollywood, que luta com diversos monstros em suas “aventuras” cheias de efeitos terríveis e diálogos engraçados. Nosso preferido é esse, em que o inimigo é um polvo gigante.

HOMENS DE CORAGEM (2016)

Essa recriação bizarra de uma história real da 2ª Guerra traz Nicolas Cage como o capitão do navio USS Indianapolis, que foi afundado por um submarino japonês durante o conflito e deixou 300 tripulantes sem nenhuma forma de socorro, em águas infestadas por tubarões.