Os diretores Joe e Anthony Russo deixaram claro que Vingadores: Ultimato esconde um grande número de referências. Para os cineastas, será muito difícil que os fãs encontrem todas.

Porém, o site CBR descobriu mais um segredo comovente sobre o filme. O fato se passa pela escolha do traje do Capitão América no início do longa.

No primeiro ato, os heróis da Marvel se reúnem para enfrentar um Thanos aposentado. O Titã Louco é localizado e morto por Thor após destruir as Joias do Infinito.


Nessas cenas, o Capitão América está com o mesmo traje do segundo filme dele, Capitão América: O Soldado Invernal. Pode parecer uma escolha aleatória, mas não é.

Capitão América quer vingança

O traje, que era um dos favoritos do ator Chris Evans, tem uma escolha simbólica. Primeiro, na história, Steve Rogers não conversa mais com Tony Stark, o Homem de Ferro, o responsável pelos uniformes.

Depois, o CBR notou que a escolha do traje tinha um significado mais sombrio para o Capitão América. O uniforme, com um tom mais simples e usado para missões que demandem chamar pouca atenção, era um recado de vingança do Capitão América.

Steve Rogers queria ter um novo ânimo, mas com as melhores condições para lutar contra Thanos de novo. O traje faz parte do recado, “nova missão, novo plano e nova roupa”.

Como pode ser lembrado, no começo do filme o Capitão América estava vivendo o luto da forma dele. Entre os atos dele, estava comandar um grupo de apoio a pessoas que sofriam com a dizimação de Thanos.

Além disso, foi uma maneira natural de fazer mais uma homenagem aos 10 anos do Capitão América no universo cinematográfico da Marvel.

Vingadores: Ultimato está disponível na Amazon Prime Vídeo.