A quantidade de tempo em que os personagens de Guardiões da Galáxia apareceriam em Vingadores: Guerra Infinita esteve “sempre em fluxo”, disseram os roteiristas Christopher Markus e Stephen McFeely, que confirmaram que o presidente e produtor da Marvel, Kevin Feige, não determinou limite de tempo para o envolvimento dos heróis espaciais no evento de crossover.

O diretor e roteirista da franquia dos Guardiões da Galáxia, James Gunn, observou recentemente que os personagens cósmicos do MCU estariam apenas “aparecendo” em Vingadores: Guerra Infinita, mas quando Gunn estava roteirizando Guardiões da Galáxia Vol. 2, seu papel nas sequências de Vingadores “se tornou algo mais”.

“Sempre esteve em fluxo, até onde sabemos”, escreveu McFeely durante o evento especial de Vingadores: Guerra Infinita do Comic Book, quando perguntado sobre os papeis originais de “participação especial” dos Guardiões da Galáxia.


“Kevin Feige nunca nos deu prazos específicos nem nada.”

Papel importante

Em outro tuíte publicado durante o evento on-line com Markus e McFeely, Markus observou que a dupla de roteiristas “sempre” soube que os Guardiões da Galáxia teriam “mais do que uma participação especial” porque Gamora (Zoe Saldana) e Nebula (Karen Gillan) são filhas adotivas de Thanos (Josh Brolin), o personagem central de Vingadores: Guerra Infinita.

Questionado se eles compartilhavam alguma “ansiedade” por lidar com os personagens estabelecidos por Gunn, Markus respondeu em outro tuíte: “Não mesmo. Ele os estabeleceu tão bem que foi muito divertido brincar com seus brinquedos.”

Vingadores: Guerra Infinita já está disponível em DVD e Blu-ray.