Embora Thanos (Josh Brolin) não tenha sido necessariamente uma presença importante no MCU até os eventos de Vingadores: Guerra Infinita, o personagem foi indicado desde os eventos de Os Vingadores.

Depois de uma breve aparição lá, o Titã Louco apareceu em uma cena pós-créditos de Vingadores: A Era de Ultron, onde ele colocou a Manopla do Infinito na tela pela primeira vez – ou assim pensávamos.

Com o MCU, vêm os analistas da continuidade que observam todos os quadros de cada propriedade, levando alguns a levantar questões sobre a cena pós-créditos de Vingadores: A Era de Ultron e um item que foi exibido no cofre de Odin (Anthony Hopkins) na franquia Thor.


Veja bem, a Manopla do Infinito usada em Vingadores: Guerra Infinita não foi feita até pouco antes dos eventos do longa pelo ferreiro Eitri em Nidavellir. Se for esse o caso, qual é o problema com as cópias do item nos filmes anteriores?

Resolvendo a incoerência

De acordo com Christopher Markus e Stephen McFeely, essas eram simplesmente réplicas falsificadas com base na lenda intergaláctica de um item existente que poderia ser usado com seis Joias do Infinito; pense nessas cópias como uma espécie de item de colecionador.

“Acredito que exista um mito de uma manopla que possa unificar as Joias”, escreveram os roteiristas da Marvel durante um evento especial de Vingadores: Guerra Infinita do Comic Book.

“Daí o item falso no cofre de Odin, e Thanos usando essa manopla prática. Quando ele precisou de uma verdadeira, ele foi até Eitri. Ele também forneceu uma maleta de transporte prática.”

Vingadores: Guerra Infinita está disponível em DVD e Blu-ray.