Os fãs da Marvel estão tão ansiosos por manter o herói da empresa, o Homem-Aranha, no MCU, que ainda se debate sobre como lidar com ele. Tão intenso foi o debate no ano passado, quando o acordo de Disney e Sony terminou, que ainda ecoa nos fóruns do Reddit.

Caso em questão: o debate sobre Homem-Aranha: Longe de Casa. Os fãs conversaram sobre tudo, desde a cena pós-créditos mais estranha de todas até o fato de os filmes do Homem-Aranha no MCU se apoiarem demais no Homem de Ferro, mesmo depois do seu sacrifício em Vingadores: Ultimato.

Agora, alguns dizem que o filme não faz nenhum sentido.


Filme sem sentido

Um fã escreveu no Reddit que todo o assunto referente à EDITH, a Inteligência Artificial de Stark confiada a Peter Parker, não faz “absolutamente nenhum sentido”. Uma das principais reclamações é: “Por que Tony deixaria uma arma militar super poderosa para um adolescente, em vez de, você sabe, seu melhor amigo [Máquina de Combate], que por acaso é um general de verdade e um vingador?”

A resposta mais simples para a pergunta dos fãs seria que, se Stark não fizesse isso, não haveria filme. Um fã defendeu o filme dizendo que o crescimento do personagem nem sempre segue uma linha reta e que, na verdade, seria natural para Tony tomar decisões imprudentes e mal consideradas (se bem-intencionadas).

Era o estilo dele na vida e assim continua, mesmo depois que ele morreu.

Isso alimenta a queixa geral de que alguns fãs e críticos tiveram que os filmes do Homem-Aranha se esforçaram demais para ser Homem de Ferro Jr. O Homem-Aranha, ainda mais que o Homem de Ferro, é o próprio símbolo da Marvel Comics, da mesma maneira que Mickey Mouse é o símbolo da Walt Disney Company.

Por que o Homem-Aranha precisa tanto do Homem de Ferro? É uma pergunta que está na cabeça dos fãs há algum tempo, mas agora resta saber o que será feito em Homem-Aranha 3.

Com Tom Holland, Homem-Aranha 3 (ainda não é o título oficial) chegará aos cinemas em novembro de 2021.