A franquia de Velozes e Furiosos conta com alguns segredos. Um deles promete deixar os fãs impressionados.

Velozes e Furiosos 3: Desafio em Tóquio, em primeiro momento, parece ser um filme bastante desconectado do restante da franquia. O filme introduz Sean, um americano que se muda para o Japão por conta dos crimes cometidos no seu país natal.

Em Tóquio, Sean aprende com Han sobre o drift. O personagem, assim, rivaliza com Tekashi, um personagem ligado à máfia, pelo título de Rei do Drift, ou seja, do melhor piloto local.


No final do filme, a conexão com o restante da franquia é apresentada. Dom, de Vin Diesel, aparece para uma corrida amigável com Sean.

Porém, o filme tem uma interessante ligação com o Rei do Drift. Uma aparição relacionada a isso surpreende os fãs de Velozes e Furiosos.

Rei do Drift em Velozes e Furiosos

O que os fãs de Velozes e Furiosos podem não saber é que o Rei do Drift existe. O nome dele é Keiichi Tsuchiya, um piloto profissional que apresentou a técnica ao mundo.

Além de introduzir a modalidade, Tsuchiya ainda inspirou a criação do mangá Initial D. Em Velozes e Furiosos 3, o piloto é homenageado e faz até uma participação no filme.

No filme, o piloto aparece ao lado de um dos produtores de Velozes e Furiosos 3, Kazutoshi Wadakura. A dupla interpreta dois pescadores que observam Sean tentando aprender o drift com Han.

“Você chama isso de drifting?”, questiona o personagem de Tsuchiya ao observar o americano.

Após Sean aprender a técnica, a câmera volta a dupla. Tsuchiya e Wadakura olham com orgulho um para o outro e o piloto diz que o personagem está indo bem.

Além disso, um Toyota AE86 pode ser visto em uma corrida de Sean e Tekashi. O carro é um dos favoritos de Tsuchiya.

A aparição do piloto é uma homenagem e tanto feita por Velozes e Furiosos. A franquia, agora, continua com o nono filme, que terá a volta de Han.

Velozes e Furiosos 9 tem previsão para chegar em abril de 2021.