Sylvester Stallone é um ícone de Hollywood. Muito disso se deve a trabalhos clássicos, como Rocky e Rambo.

Porém, nem Sylvester Stallone escapa de trabalhos polêmicos ou que não agradam o público. Além disso, o astro de Rocky parece ter fãs difíceis em casa.

Uma delas é a filha Sistine Stallone. A modelo estreou no cinema em 2019, no filme Medo Profundo: Segundo Ataque (ou, Medo Profundo 2).


Na produção, o diretor Johannes Roberts gostava de conversar com Sistine. Muito se deve a Sylvester Stallone.

Em uma dessas conversas, Sistine revelou qual é o filme de Sylvester Stallone que ela mais odeia.

“Eu conversava com Sistine e perguntei, ‘Então, qual é o pior filme do seu pai?’ Eu acho que Rhinestone – Um Brilho na Noite é o que ela não gosta”, contou o diretor.

Realmente, Rhinestone é um trabalho diferente de Sylvester Stallone.

Sylvester Stallone em Rhinestone

Em Rhinestone, Sylvester Stallone deixa de lado o estilo em que ele é conhecido, dos filmes de ação. Ao lado de Dolly Parton, o astro entra em uma comédia musical.

O filme foi lançado em 1984, época em que longas como esse estavam em alta. Isso explica Sylvester Stallone ter entrado no projeto.

Nessa comédia, Sylvester Stallone é o taxista Nick Martinelli. A famosa cantora Jake Farris (Dolly Parton) decide que vai transformar ele em um cantor para vencer uma aposta.

Sylvester Stallone troca as armas e os socos por um violão. A atuação está longe de ser a melhor da carreira do astro de Rambo.

Além disso, Rhinestone chegou a ser indicado a nove Framboesas de Ouro (prêmio dos piores do cinema) no ano de lançamento. Uma das indicações foi para o próprio Sylvester Stallone, como pior ator.

Dessa forma, Sistine pode ter razão em não gostar do longa.

Rhinestone e Medo Profundo 2 podem ser conferidos em plataformas digitais.