Resgate, filme da Netflix com Chris Hemsworth (astro da Marvel como Thor), começa a causar polêmica. Alguns internautas estão até pedindo que a produção seja boicotada.

Esses críticos de Resgate acreditam que o filme com o ator da Marvel é “problemático”. Um dos motivos seria de que o longa seria islamofóbico, ou seja, carregado de preconceito contra muçulmanos e contra o islamismo.

As acusações ganharam destaque nas redes sociais por conta de um perfil no Twitter. O internauta fez uma thread que recebeu bastante atenção.


Nessa série de postagens, esse internauta busca explicar “os motivos de Resgate ser problemático”.

Primeiro, Resgate é classificado como “o filme de um salvador branco”, que seria o personagem interpretado por Chris Hemsworth. O próprio ator sofre acusações por ser produtor-executivo.

Chris Hemsworth também foi comparado por Brie Larson, colega da Marvel (a atriz é a Capitã Marvel). A comparação é que a artista apenas estrelou Um Sonho na Índia, mas que o ator, ao produzir Resgate, “tem controle criativo sobre um filme que promove temas problemáticos”.

Mais acusações contra Resgate

O mesmo internauta acusa também Resgate por conta de um dos cartazes do filme e até pela troca do nome do longa da Netflix.

O problema com o pôster, de acordo com o internauta, é que apenas “o salvador branco” é mostrado, “não deixando espaço para atores indianos”. Sobre o título, originalmente Resgate se chamaria Dhaka, levando o nome da capital de Bangladesh, onde a história é ambientada.

De acordo com o mesmo espectador, Resgate traz apenas atores indianos e um iraniano para representar a população local. Na crítica dele, isso “reforça a noção racista que todas pessoas muçulmanas são iguais”.

Dentro desse ponto, o perfil ainda acusa que “a maior parte dos atores muçulmanos são vilões”. O internauta diz também que Bangladesh tem uma das maiores e mais devotas populações muçulmanas do mundo, assim para ele, trazer pessoas do povo apenas como vilões é forma de “promover temas islamofóbicos”.

O mesmo internauta também critica especificamente Chris Hemsworth, o Thor da Marvel. A acusação é um vídeo em que o ator da Marvel agradece o carinho local enquanto gravava Resgate.

Porém, para o perfil, isso foi uma forma de “perturbar os civis ao filmar”. Nas imagens mostradas, todos estão felizes com a presença do ator da Marvel, além de estarem com celulares para filmar o famoso e tirar fotos.

No mesmo post, há uma declaração do astro da Marvel sobre filmar em Dhaka. Chris Hemsworth diz que o apoio local enquanto gravava “foi muito bom, com pessoas muito positivas”. Além de declarar que se sentiu “muito bem”, ainda adorou a sensação de parecer filmar em como se tivesse em um estádio.

Outras acusações são de que o ator da Marvel esteve no longa 12 Heróis. Novamente na visão do internauta, seria um filme que transformou os muçulmanos em vilões e glorificou a intervenção dos Estados Unidos no Afeganistão.

Por fim, a página separou duas fotos em que Chris Hemsworth estaria cometendo “apropriação cultural”. Confira toda série de tuítes abaixo.

A produção de Resgate não se pronunciou sobre as acusações do internauta.

Em Resgate, Chris Hemsworth vive o mercenário Tyler Rake. O personagem é contratado para resgatar o filho de um lorde internacional do crime.

Os diretores de Vingadores: Ultimato, Joe e Anthony Russo, estão no roteiro e produção do filme. David Harbour, de Viúva Negra e Stranger Things, também está no elenco.

Resgate está disponível na Netflix.