Todo mundo sabe: Arnold Schwarzenegger é o grande astro de O Exterminador do Futuro, franquia criada por James Cameron.

No entanto, o que pode ser surpreendente é que, inicialmente, o papel de Exterminador seria de um ator muito diferente, como apurado pelo Observatório do Cinema.

Originalmente, os executivos da Orion Pictures queriam O. J. Simpson como o antagonista de O Exterminador do Futuro.


O.J. Simpson como Exterminador

Simpson era um conhecido jogador de futebol americano que vinha ficando famoso no cinema, e era considerado como uma estrela em ascensão.

Cameron não gostava da ideia, por um motivo que hoje pode parecer perturbador: ele achava que Simpson parecia “muito legal” para ser o vilão, portanto não convenceria como uma verdadeira máquina de matar.

Do ponto de vista de hoje em dia, esta é uma lógica chocante: O. J. Simpson foi acusado em 1994 de ter matado a sua ex-mulher Nicole Brown e seu amigo Ronald Goldman por ciúme.

Depois de uma longa investigação, Simpson foi declarado inocente, apesar de algumas evidências apontarem que ele realmente cometeu os crimes.

Mais de uma década depois, em 2007, O. J. Simpson foi acusado de assalto à mão armada, sequestro e formação de quadrilha, sendo condenado por todos esses crimes e enviado à cadeia, onde ficou até 2017.

É claro que O Exterminador do Futuro teria sido muito diferente se O. J. Simpson tivesse ficado com o papel de T-800, portanto podemos concluir que Arnold Schwarzenegger foi a melhor escolha para o papel – apesar de que o motivo de Cameron não ter aceitado Simpson pareça bizarramente inusitado hoje em dia.

O filme mais recente da franquia foi O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio, que estreou em 2019.