Apesar de não serem tão frequentes, acidentes em Hollywood acontecem as vezes, até em grandes produções da Marvel.

Sejam em filmes ou séries, em grande parte das vezes, esses acidentes acontecem com dublês que fazem cenas arriscadas.

O problema é que, muitas vezes, esse deslize infelizmente pode ser fatal – e foi o que aconteceu em Deadpool 2.


Enquanto ainda estava em produção, Deadpool 2 ficou marcado por uma tragédia depois que a dublê Joi Harris morreu em um acidente no set.

Tragédia e processo

Harris era dublê do papel de Domino, personagem Zazie Beetz, e estava fazendo uma acrobacia em uma motocicleta.

Durante a gravação, ela foi arremessada da moto depois de bater em um vidro do estúdio em torno de Shaw Tower, em Vancouver

Relatórios do set revelaram que Harris, que era piloto profissional, praticou a cena várias vezes sem problemas, mas perdeu o controle durante a última tomada.

Também foi registrado que ela não usava capacete para o momento, uma vez que Domino não usava um no filme.

Agora, quase três anos após o acidente, a WorkSafeBC aplicou uma multa contra uma das empresas produtoras de Deadpool 2.

O escritório emitiu uma penalidade total de US$ 289 mil contra a TCF Vancouver Productions Ltd., citando-os por “Falha em garantir a saúde e a segurança de todos os trabalhadores”.

Também foi mencionada “Falha em garantir a saúde e a segurança do executor de acrobacias por não fornecer uma supervisão adequada com relação a essa atividade de trabalho”.

A falta do capacete também foi citada no relatório, acusando a produção de “Instruir o executor de acrobacias a não usar capacete de segurança ao operar a motocicleta.”

“O objetivo principal de uma penalidade administrativa é motivar o empregador que recebe a penalidade – e outros empregadores – a cumprir os requisitos de saúde e segurança ocupacional e manter seus locais de trabalho seguros”, escreveu o WorkSafeBC em comunicado.

A TCF Vancouver Productions Ltd. ainda não se pronunciou. Deadpool 2 incluiu uma homenagem para a dublê em seus créditos finais, onde a frase “Em memória de Sequana Harris” aparece.