Publicidade

[SPOILER] morreu mesmo? Diretor explica o confuso final de Resgate

Publicado por Redação

03/05/2020 17:00

Resgate chegou recentemente na Netflix, e é um thriller de ação militar que segue Chris Hemsworth como um mercenário encarregado de resgatar o filho de um criminoso.

Apesar de críticas mistas (62% no Rotten Tomatoes), o filme trouxe um final ambíguo que tem deixado os fãs intrigados nas redes sociais.

O fim deixou no ar o destino de um personagem, algo que o diretor Sam Hargrave abordou recentemente em uma entrevista com Collider. Atenção: spoilers a frente.

No final do filme, Tyler Rake, de Hemsworth, aparentemente morre depois de proteger o jovem Ovi (Rudhraksh Jaiswal).

Depois de levar alguns tiros, Rake parece estar bem. Isto é, até que uma bala inesperada o pegue no pescoço e ele caia sobre uma ponte na água.

Parece que é o fim de Rake, mas a cena final do filme mostra o Ovi em uma piscina, com uma pessoa em segundo plano, fora de foco.

Embora esteja fortemente implícito que poderia ser Rake, não há confirmação de qualquer maneira. Aqui está o que o diretor tinha a dizer sobre o final ambíguo.

Final explicado

“O que esperamos que aconteça é que as pessoas discutam isso depois, e você começa a dizer qual delas acha que é o certo para você.”

Ele acrescentou que o personagem originalmente morreu de uma maneira muito clara e explicou por que ele foi mudado.

“Tínhamos uma versão do filme, e o testamos muito, e não era de surpreender que muitas pessoas quisessem que o personagem vivesse, e algumas pessoas queriam que ele morresse.

Pessoas ficaram divididas; estava quase no meio. Queremos atrair o maior número possível de pessoas sem comprometer a integridade da história. E assim, achamos que um bom compromisso é fazer um final ambíguo.

Se as pessoas, por um lado, sentem que a história está completa e é uma história de redenção através do sacrifício, então para elas, será onde o garoto está imaginando Rake ali.

Se você sente que ama Tyler Rake, e ama Chris Hemsworth, e quer uma sequência, então é Tyler Rake parado ali olhando para você. Então, meio que propositadamente, não focamos no personagem.”

O diretor também revelou que ele realmente preferia o final original: “Na verdade, isso foi algo para testar. Porque filmamos vários finais. Nós filmamos várias maneiras diferentes de fazer isso.

Porque no roteiro original – e essa foi minha ideia – Rake não vive. Sua história estava completa porque ele encontrou algo para mantê-lo vivo, e sua jornada estava completa quando ele chegou à redenção através do sacrifício.

Ele fez a escolha que estava de acordo. Ele havia chegado a um acordo com seu passado e a escolha que ele fez no presente salvou esse garoto, e se isso significava que ele morria, que assim seja. E essa foi sua jornada em minha mente.”

Resgate já está disponível na Netflix.

Publicidade