Apesar de estar muito viva na TV, a franquia de Star Trek parece estar na geladeira no cinema.

O motivo é simples: os filmes nunca vão ter o mesmo apelo ou o mesmo sucesso que as produções da Marvel.

O ator Simon Pegg, que também escreveu Star Trek: Sem Fronteiras, conversou sobre isso em entrevista ao Collider.


Sem o mesmo apelo

“O fato é que o apelo de Star Trek é um pouco mais de nicho do que o apelo, digamos, dos filmes da Marvel, que ganham grandes quantias de dinheiro e têm esse apelo muito, muito amplo, e eles se saem muito bem”, disse.

“Eu acho que Star Trek é apenas um pouco mais de nicho, então não vai atingir esse tipo de número. Então, sim, a coisa mais óbvia a fazer seria não aceitar esse espetáculo gigantesco, mas buscar algo um pouco mais contido na veia da série original.”

O ator e escritor adicionou: “Sim, isso seria uma coisa brilhante a se fazer, e tenho certeza de que provavelmente já foi discutido… Você se especializa um pouco mais.”

O diretor e roteirista Noah Hawley está desenvolvendo um novo filme de Star Trek, mas até o momento, não está claro se é um reboot ou uma continuação dos longas anteriores.

O filme mais recente foi Star Trek: Sem Fronteiras, que estreou em 2016.