365 DNI, da Netflix, é ou não é filme pornô? Diretora encerra polêmica

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Baseada na série de livros de E.L. James, 50 Tons de Cinza se tornou uma
bem sucedida franquia no cinema, com o primeiro filme lançado em 2015 e
protagonizado por Jamie Dornan e Dakota Johnson. Agora, um filme da Netflix
está repetindo esse sucesso: 365 DNI.

O filme chegou à Netflix brasileira recentemente, e desde então vem
conquistando o público com sua história quente e sedutora.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Baseado na série de romances eróticos de Blanka Lipinska, o filme
polonês fez grande sucesso na Europa antes de ser disponibilizado pela
plataforma nas Américas.

Com um grande número de cenas eróticas, 365 DNI foi visto por muitos como nada mais do que um filme pornô com história. Em uma entrevista recente, a diretora falou sobre o assunto. Confira abaixo!

Pornô ou não?

Em um papo
com a revista Variety, a diretora de cinematografia Bartek Cierlica falou sobre
a gravação das cenas de sexo, e como a produção deixou os momentos com extremo
grau de realismo.

“Nós
queríamos que a câmera fosse o mais invisível possível. A nossa intenção era deixá-los
confortáveis, atuando em cenas que demoraram muito, muito tempo para serem
gravadas”, afirmou a produtora.

Segundo
Cierlica, a principal intenção da equipe de produção era criar uma atmosfera
íntima para os atores. Sendo assim, poucos membros da equipe estavam presentes
no set na gravação das cenas eróticas.

“Queríamos
mostrar a paixão dos dois como natural, mas de maneira esteticamente agradável.
O sexo, para nós, deveria ser bem autêntico”, contou Cierlica.

De acordo
com a produtora, a intenção de criar cenas de sexo realistas e emocionantes foi
atingida.

“Para nós, o
espectador devia ouvir os sussurros, respirações aceleradas, etc. Queríamos
mostrar o suor, a paixão, da maneira mais autêntica possível. Isso sem cruzar
as bordas da pornografia”, esclareceu a cinematografista.

Cierlica
também contou que as gravações mudaram de cena para cena.

“Cada cena
de sexo do filme é diferente. O relacionamento entre os dois evolui. Ele começa
com medo e termina com tentação. Até mesmo as cenas de sadomasoquismo, começam
de maneira mais pesada e terminam com amor e paixão”, afirmou a produtora.

365 DNI está
disponível na Netflix.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio