A Fase 4 do MCU terminou de maneira épica com Vingadores: Ultimato. Além de dar aos fãs uma conclusão satisfatória para a Saga do Infinito, o filme marcou as mortes de heróis e heroínas importantes, como o Homem de Ferro e a Viúva Negra.

Interpretada por Scarlett Johansson, a heroína caída vai ganhar um filme solo em breve. Viúva Negra terá uma responsabilidade imensa: contar uma história que não influenciará de maneira importante a trama geral do MCU.

Para deixar a situação ainda mais tensa, a estreia do filme foi adiada devido à pandemia do coronavírus.


Johansson não é estranha a polêmicas em Hollywood, e recentemente afirmou vem sido rejeitada por figurões da indústria. Confira abaixo tudo sobre essa história!

Rejeição

Scarlett Johansson é atualmente a atriz mais bem paga do cinema. Estrela de vários blockbusters e indicada ao Oscar em duas ocasiões, a atriz revelou recentemente que sempre foi rejeitada em sua carreira.

“Desde a minha adolescência, tenho sido rejeitada constantemente. Fiz minha carreira sendo a segunda opção”, revelou a atriz a uma revista americana.

Por exemplo, Johansson só conseguiu o papel da Viúva Negra no MCU após Emily Blunt recusar o papel por conflitos de agenda.

“A melhor ligação que se pode receber é quando você é rejeitada por alguma coisa e depois consegue essa coisa. Você aprecia tudo com mais intensidade”, afirmou a atriz.

Johansson já foi vítima de muitas críticas em Hollywood por declarações e papéis polêmicos.

A atriz foi acusada de apropriação cultural e “whitewashing” após interpretar uma personagem japonesa no filme Ghost In The Shell: A Vigilante do Amanhã.

Como resposta, Johansson afirmou que “deveria poder interpretar qualquer pessoa, árvore ou animal”.

Semanas depois, a Viúva Negra disse que sua fala foi tirada de contexto, e prometeu continuar a apoiar a diversidade nos filmes de Hollywood.

Viúva Negra tem previsão de estreia para 6 de novembro.