Conhecida por interpretar May Parker, a tia do Homem-Aranha nos últimos filmes lançados do herói, a atriz Marisa Tomei afirma que se arrepende de ter focado sua carreira em papeis maternais.

Marisa Tomei já trabalha no cinema e na TV há anos, sendo inclusive dona de um Oscar de melhor atriz coadjuvante pelo filme Meu Primo Vinny, de 1992. Nos anos mais recentes, porém, ela fez alguns papeis similares, geralmente mães de outros personagens.

Um deles é a mãe do protagonista em The King of Staten Island (2020). O drama é centrado em grande parte na relação entre os dois, e a atriz foi aclamada por sua performance, assim como ocorreu com o filme da Marvel.


Em entrevista ao Collider, ela conta que se arrepende de ter iniciado esse caminho na carreira. “Eu fui convencida a fazer isso [a mudança] e pensei ‘ah, eu posso atuar em vários papeis'”, a atriz afirma. Agora, seu receio é que Hollywood a coloque na “caixinha” de pessoas muito boas em um tipo de trabalho específico, e que ela perca a oportunidade de outras experiências.

“Eu acho que todo ator e atriz possuem várias dimensões, e se o escopo do que está sendo escrito é limitado, e você quer continuar trabalhando, você faz o que pode”. Sua honestidade direta chegou a assustar o entrevistador, ele menciona.

Apesar disso, como uma boa profissional, Marisa Tomei dá seu máximo nos papeis maternais, mesmo que tenha se arrependido de deixar que isso definisse sua carreira atual. Quando questionada que outros tipos de papeis ela gostaria de fazer, suas respostas vão de femme fatale até comédias românticas — são muitas opções de boas histórias que podem ser contadas.

Mãe de protagonista o incentiva a agir na vida

O mais novo filme em que Marisa Tomei estrela, The King of Staten Island, foca na narrativa de Scott, um homem que sonha em ser um tatuador profissional, mas nunca dá qualquer passo para almejar seus sonhos.

A obra é uma comédia dramática que explora, entre outras coisas, a relação da mãe de Scott com seus posicionamentos. Tomei explora as nuances de uma personagem que quer apoiar o filho e, ao mesmo tempo, empurrá-lo para seguir em frente.

The King of Staten Island foi lançado em plataformas sob demanda, como Amazon Prime Video, Apple TV, PlayStation, YouTube e mais.