O filme 365 Days (365 DNI) se destaca na Netflix por conta das cenas quentes. Para os fãs, os momentos parecem reais no longa.

Até por conta dessas cenas, 365 Days está sendo comparado com 50 Tons de Cinza. Em termos técnicos, espectadores consideram o filme polonês melhor – apesar da história polêmica envolvendo sequestro e relações sexuais.

Em conversa com a Variety, o diretor de fotografia de 365 Days, Bartek Cierlica, contou como o longa conseguiu ter cenas de sexo tão reais. Vale lembrar que os atores não se relacionaram de verdade para isso acontecer.


Em primeiro lugar, Cierlica explicou a ideia da trama para compor os momentos quentes.

“Cada cena de sexo do filme é diferente. A relação evolui. Isso começa com o medo do desconhecido e a tentação. Isso evolui entre o puro sexo e a Bondage e termina com amor. A ideia era criar a tensão crescente entre os dois heróis desde o primeiro encontro. Nós queríamos que o espectador participasse do jogo que Laura tenta jogar com Massimo e descobrir a sexualidade e sensualidade com ela”, explicou o diretor.

Depois, o diretor do filme da Netflix revelou o segredo para as cenas de sexo tão reais. Houve uma composição importante com participação essencial do câmera.

“Nós queríamos que a câmera ficasse o mais invisível possível, para deixá-los atuar, então as tomadas foram muito, muito longas. Nós críamos a atmosfera mais íntima que conseguimos para esses atores. Nós reduzimos a equipe de set no mínimo que conseguimos. Como isso foi controlado, eu tentei seguir a ação deles e tentei mostrar a paixão deles de um jeito lindo. Nós queríamos que o sexo fosse autêntico. Nós queríamos que o espectador ouvisse os sussurros deles, a respiração pesada e nós queríamos mostrar o suor, a paixão. Seja natural, autêntico, mas não cruze a linha da pornografia”, destacou o profissional.

365 Days está na Netflix

Baseado no livro de Blanka Lipinska, 365 Days é descrito como a resposta polonesa ao hit que 50 Tons de Cinza virou no país europeu.

A trama segue a jovem Laura, que está de férias na Itália. Porém, tudo sai errado e ela é sequestrada na Sicília.

Massimo, o sequestrador, é o jovem líder da máfia italiana. Ele tenta fazer Laura se apaixonar por ele em 365 dias – por isso o nome do filme da Netflix, 365 Days (365 DNI).

Anna Maria Sieklucka vive Laura no filme da Netflix. Enquanto isso, o mafioso é interpretado por Michele Morrone.

A direção e o roteiro de 365 Days são de Barbara Bialowas.

365 Days (365 DNI) está disponível na Netflix.