É considerado um dos melhores filmes de super-heróis de todos os tempos, mas Homem-Aranha 2 de 2004 teria originalmente uma morte de personagem principal em seus planos abandonados. O roteirista David Koepp, conhecido por Jurassic Park, Indiana Jones e Missão: Impossível, escreveu o primeiro filme com Tobey Maguire.

No entanto, ele não voltou para as sequências de Sam Raimi, apesar de ter planejado ideias para uma trilogia por conta própria.

E agora, em uma nova entrevista, Koepp revelou que estava planejando matar a namorada de Peter Parker, Gwen Stacy, em Homem-Aranha 2.


Planos originais

Conversando com Collider, o roteirista disse: “Basicamente minha ideia de trilogia era contar a história de Gwen Stacy e Harry Osborn, mas eu resolvi tudo de maneira diferente.”

“Eu queria que Gwen fosse morta no meio do segundo filme, porque isso segue o modelo de Star Wars: O Império Contra-Ataca, e eu tinha vários vilões que queria usar.”

“Simplesmente uma maneira diferente de contar essa história.”

É claro que o principal interesse amoroso de Peter na trilogia do Homem-Aranha de Raimi acabou sendo Mary Jane Watson, de Kirsten Dunst.

No entanto, Gwen Stacy, que foi assassinada pelo Duende Verde nos quadrinhos da Marvel, não apareceu até Homem-Aranha 3 no fim das contas.

Foi Bryce Dallas Howard quem interpretou a estudante loira no terceiro longa, que acabou sendo o último trabalho de Maguire como Homem-Aranha.

Atualmente, intérprete de Homem-Aranha é Tom Holland. O ator voltará para um terceiro filme, que deve estrear em 2021.