Frozen 2 fez o maior sucesso ao continuar a história de um dos filmes contemporâneos mais icônicos da Disney. A sequência mudou o cenário, e trocou Arendelle pela Floresta Encantada.

No filme, Elsa descobre a verdade por trás de seus poderes, o que traz grandes consequências para a protagonista e seu reino.

Além de explorar o passado da família de Elsa, Frozen 2 também introduz vários novos personagens que ajudam o desenvolvimento da trama.


Recentemente, uma série documental sobre a produção de Frozen 2 revelou um aspecto trágico sobre a história de um dos novos personagens; confira abaixo!

Inspiração revelada

A história de Frozen 2 reflete completamente nas pessoas que atuaram na produção do filme. Por isso, a série documental “Into the Unknown” é tão poderosa. Os episódios revelam como os personagens se relacionam com a vida pessoal dos membros da equipe de produção.

O terceiro episódio da série revela que um dos novos personagens, Ryder, ajudou o diretor Chris Buck a lidar com o luto e a perda.

Na época do final da produção do primeiro Frozen, o filho de Buck morreu em um acidente de carro. Ele também se chamava Ryder.

“A festa de encerramento foi muito estranha para mim. As pessoas chegavam e diziam que amavam o filme, e 10 segundos depois retornavam para dar os pêsames pela morte do meu filho. E isso aconteceu a noite toda”, afirmou o co-diretor.

Buck também disse que a música “The Next Right Thing”, cantada pela intérprete de Anna, o ajudou a lidar com o luto e continuar trabalhando.

Em Frozen 2, o personagem dublado por Jason Ritter ganhou o nome de Ryder em homenagem ao filho de Chris Buck.

“Nós aumentamos a trama dele foi ele é muito divertido e positivo. Isso me ajudou a ver as coisas de forma diferente”, contou Buck.

Frozen 2 já está disponível em plataformas digitais.