Joel Schumacher, diretor de filmes do Batman, morre aos 80 anos

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Joel Schumacher, famoso diretor de Hollywood, morreu aos 80 anos. A morte foi confirmada pela Variety.

O cineasta morreu na manhã do dia 22 de junho, em Nova York (EUA). Joel Schumacher estava em uma longa batalha contra o câncer.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O famoso começou a carreira como um figurinista, até que se transformou em diretor. O cineasta realizou trabalhos marcantes até que na década de 1990 foi contratado para dois filmes do Batman.

Os dois foram feitos logo depois de Tim Burton ter deixado a franquia. Joel Schumacher comandou Batman Eternamente, de 1995, e Batman & Robin, de 1997.

Os dois filmes tiveram grandes elencos. No primeiro, teve Val Kilmer como Bruce Wayne, além de Jim Carrey, Nicole Kidman e Tommy Lee Jones no elenco.

O segundo foi o polêmico longa com George Clooney. O filme do Batman ainda teve Arnold Schwarzenegger como o Senhor Frio.

Batman & Robin marcou o fim do diretor na franquia. O longa da DC foi extremamente criticado.

Apesar da passagem de críticas mistas pela franquia do Batman, o legado de Joel Schumacher fica vivo com obras marcantes nos anos 1980 e também nos anos 2000.

Trabalhos marcantes do diretor

O primeiro trabalho marcante do diretor veio em 1985, com O Primeiro Ano do Resto de Nossas Vidas. O filme juntou Rob Lowe, Judd Nelson e uma jovem Demi Moore.

Depois, em 1987, o cineasta foi responsável por Os Garotos Perdidos. O filme sobre irmãos que descobrem uma cidade de vampiros se tornou um clássico.

Após os trabalhos com Batman, Joel Schumacher voltou a ter filmes elogiados com 8mm: Oito Milímetros e Ninguém é Perfeito. Os dois filmes foram lançados em 1999.

Em 2004, adaptou O Fantasma da Ópera para o cinema. O filme recebeu 3 indicações ao Oscar.

Depois, voltou a trabalhar com Jim Carrey em Número 23, em 2007. O último trabalho do famoso diretor foi em episódios de House of Cards, da Netflix, ainda em 2013.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio