Joel Schumacher, famoso diretor de Hollywood, morreu aos 80 anos. A morte foi confirmada pela Variety.

O cineasta morreu na manhã do dia 22 de junho, em Nova York (EUA). Joel Schumacher estava em uma longa batalha contra o câncer.

O famoso começou a carreira como um figurinista, até que se transformou em diretor. O cineasta realizou trabalhos marcantes até que na década de 1990 foi contratado para dois filmes do Batman.


Os dois foram feitos logo depois de Tim Burton ter deixado a franquia. Joel Schumacher comandou Batman Eternamente, de 1995, e Batman & Robin, de 1997.

Os dois filmes tiveram grandes elencos. No primeiro, teve Val Kilmer como Bruce Wayne, além de Jim Carrey, Nicole Kidman e Tommy Lee Jones no elenco.

O segundo foi o polêmico longa com George Clooney. O filme do Batman ainda teve Arnold Schwarzenegger como o Senhor Frio.

Batman & Robin marcou o fim do diretor na franquia. O longa da DC foi extremamente criticado.

Apesar da passagem de críticas mistas pela franquia do Batman, o legado de Joel Schumacher fica vivo com obras marcantes nos anos 1980 e também nos anos 2000.

Trabalhos marcantes do diretor

O primeiro trabalho marcante do diretor veio em 1985, com O Primeiro Ano do Resto de Nossas Vidas. O filme juntou Rob Lowe, Judd Nelson e uma jovem Demi Moore.

Depois, em 1987, o cineasta foi responsável por Os Garotos Perdidos. O filme sobre irmãos que descobrem uma cidade de vampiros se tornou um clássico.

Após os trabalhos com Batman, Joel Schumacher voltou a ter filmes elogiados com 8mm: Oito Milímetros e Ninguém é Perfeito. Os dois filmes foram lançados em 1999.

Em 2004, adaptou O Fantasma da Ópera para o cinema. O filme recebeu 3 indicações ao Oscar.

Depois, voltou a trabalhar com Jim Carrey em Número 23, em 2007. O último trabalho do famoso diretor foi em episódios de House of Cards, da Netflix, ainda em 2013.