ALERTA DE SPOILERS

O filme 365 DNI está dando o que falar na Netflix. Além de ser comparado com 50 Tons de Cinza, a produção polonesa tem um problema apontado pelos espectadores.

Os fãs da Netflix notaram que a história de 365 DNI, ou 365 Days, é um tanto sombria. Massimo sequestra Laura e, inicialmente, comete assédio contra ela.

Não apenas isso, os espectadores de 365 DNI apontaram como o sequestrador, no começo, obriga Laura, a protagonista, a ter relações sexuais com ele. Assim, o filme da Netflix pode ter uma trama de abuso nas entrelinhas.


“Se o protagonista fosse feio, seria um filme de terror sobre um ladrão estuprador. 365 DNI, você não consegue mudar minha mente”, afirmou uma espectadora.

Outra pediu que os assinantes da Netflix refletissem sobre a diferença que existe entre a vida e o filme 365 DNI, que é puramente ficção.

“Se você é um cara, não tenha ideias. Nenhuma garota quer ser sequestrada e ser obrigada a se apaixonar”, apontou outra espectadora.

Um fã da Netflix ainda definiu que Massimo, o protagonista, é “racista e misógino”. Uma espectadora concordou e ainda respondeu: “Eu sabia que não tinha algo certo com ele. Além de que o filme pode ser prejudicial para as mulheres”.

Além disso, um espectador contou que o protagonista de 365 DNI assediou a personagem 11 vezes até que eles ficassem juntos. “Nojento”, definiu o fã da Netflix.

Veja as reações abaixo.

365 DNI está na Netflix

Baseado no livro de Blanka Lipinska, 365 DNI, ou 365 Days, é descrito como a resposta polonesa ao hit que 50 Tons de Cinza virou no país europeu.

A trama segue a jovem Laura, que está de férias na Itália. Porém, tudo sai errado e ela é sequestrada na Sicília.

Massimo, o sequestrador, é o jovem líder da máfia italiana. Ele tenta fazer Laura se apaixonar por ele em 365 dias.

Anna Maria Sieklucka vive Laura no filme da Netflix. Enquanto isso, o mafioso é interpretado por Michele Morrone.

A direção e o roteiro de 365 DNI são de Barbara Bialowas.

365 DNI, ou 365 Days, está disponível na Netflix.