ALERTA DE SPOILERS

Os fãs acreditam que 365 DNI, ou 365 Days, tem uma história absurda na Netflix. O filme foi inicialmente comparado com 50 Tons de Cinza, por causa das cenas quentes.

Mas após análise da história, muitos espectadores da Netflix ficaram chocados com o que viram. Os espectadores comentaram que 365 DNI tem uma história problemática – e bem diferente de 50 Tons de Cinza.

Em sua essência, na visão dos fãs, o filme da Netflix glorifica a Síndrome de Estocolmo. Laura, a protagonista, é sequestrada e é obrigada a se apaixonar por Massimo.


No meio dessa trama obscura, o sequestrador consegue fazer isso e os dois tem relações quentes. Para os fãs, há apenas uma explicação para Laura se apaixonar desse jeito – o que torna 365 DNI, ou 365 Days, problemático para os assinantes da Netflix.

“Assisti 365 DNI e enquanto as cenas de sexo são ótimas, o filme apenas romantiza o sequestro e uma relação forçada. Você basicamente assiste a mulher ter Síndrome de Estocolmo”, analisou uma espectadora.

“Cara, o que é esse filme da Netflix? Como eles vão explicar que essa mulher se apaixona sem ter Síndrome de Estocolmo?”, questionou um fã.

“Não, me desculpa, você não pode comparar igualmente os 3 filmes quando um tem estupro, em que a garota tem Síndrome de Estocolmo. Não é uma história de amor”, respondeu uma internauta para uma página que comparou 365 Days com 50 Tons de Cinza.

“A história de 365 DNI é lixo. Romantiza sequestro e relação forçada. Não era amor, era Síndrome de Estocolmo”, apontou mais um.

365 DNI é duas horas de glorificação à Síndrome de Estocolmo”, observou a internauta.

Veja as reações abaixo.

365 DNI está na Netflix

Baseado no livro de Blanka Lipinska, 365 DNI, ou 365 Days, é descrito como a resposta polonesa ao hit que 50 Tons de Cinza virou no país europeu.

A trama segue a jovem Laura, que está de férias na Itália. Porém, tudo sai errado e ela é sequestrada na Sicília.

Massimo, o sequestrador, é o jovem líder da máfia italiana. Ele tenta fazer Laura se apaixonar por ele em 365 dias.

Anna Maria Sieklucka vive Laura no filme da Netflix. Enquanto isso, o mafioso é interpretado por Michele Morrone.

A direção e o roteiro de 365 DNI são de Barbara Bialowas.

365 DNI, ou 365 Days, está disponível na Netflix.