Harry Potter aparece como um bruxinho órfão nos filmes dele. Porém, o personagem nunca precisou se preocupar com dinheiro nos anos que esteve em Hogwarts.

Aos poucos, os fãs foram descobrindo que Harry Potter ficou com uma boa herança. Mas, os filmes nunca deixam claro como os pais do bruxinho conseguiram arrecadar a pequena fortuna.

Em Harry Potter e a Pedra Filosofal, o bruxinho descobre que os pais o deixaram dinheiro no Gringotes, o Banco dos Bruxos. Quando o garoto entra lá, o personagem vê que o cofre está cheio.


O que incomoda os fãs, porém, é que James e Lily tinham apenas 21 anos quando foram mortos. Assim, como os dois teriam conseguido deixar tanto para Harry Potter?

A fortuna de Harry Potter

A resposta sobre a herança de Harry Potter pode estar nas outras gerações da família dele. No Pottermore, J.K. Rowling, a criadora do universo, tirou a dúvida dos fãs.

A fortuna começou a ser arrecadada com um amado homem chamado Linfred de Stinchcombe. Ele foi apelidado de “o Potterer”, que depois foi reduzido para Potter.

O médico era sempre chamado para cuidar dos vizinhos. Aos poucos, esse Potter criou remédios que são usados até o presente nas histórias de Harry Potter.

A família sempre procurou manter o negócio e o avô de Harry Potter, Fleamont Potter, aumentou a fortuna deles ao criar uma poção para cabelo. Os fãs calculam que o bruxinho tinha US$ 300 mil de herança quando a história começou

Depois, Harry Potter ainda herdou o que era de Sirius Black. Com isso, o bruxinho não precisou se preocupar com dinheiro por um bom tempo.

O universo de Harry Potter continua nos cinemas com os filmes de Animais Fantásticos. Mais uma continuação do derivado está em desenvolvimento.

Animais Fantásticos 3 chega em novembro de 2021.